Como escrever e-mails que os seus clientes e potenciais clientes querem ler?

O e-mail desempenha um papel fundamental na estratégia de marketing digital de qualquer empresa e, se for usado de acordo com as melhores práticas, sem dúvida que funciona. A primeira de todas e sem a qual nada faz sentido é escrever e-mails com uma mensagem relevante para o destinatário. Quem é ele? Que problemas pode precisar de resolver? Por que e como a sua empresa é a solução ideal para esses problemas? Se não responder a estas questões antes de iniciar qualquer campanha, o mais certo é obter os maus resultados que tantas empresas se queixam: taxas de abertura inferiores a 10%, cliques inferiores a 1%, marcação como SPAM e inúmeros “unsubscribe”.

 

O artigo de hoje servirá como guia para escrever e-mails de forma eficiente, aumentando o sucesso das suas campanhas.

 

Começar pelo princípio

Para escrever e-mails que o público-alvo queira ler, é preciso “conhecê-lo” e enviar apenas informação que à partida sabe lhe poderá ser útil. Pare por favor de enviar e-mails a pessoas que não os querem e sobre os quais não têm qualquer tipo de interesse. Reflita na quantidade de mensagens que recebe e que pensa: “Mas porque me enviaram isto? Não tem nada a ver comigo e com o que faço!”. É uma perda de tempo e recursos para todos.

Olhe para a sua base de dados, faça uma limpeza e segmente. Deixe apenas os contactos que sabe que pode acrescentar valor e não envie mensagens massificadas. Evite endereços gerais como info@nomedaempresa.pt, pois não consegue identificar quem está do outro lado. Antes de escrever um e-mail, defina o seu objetivo e que tipo de pessoas quer atingir. Envie apenas para elas, com uma abordagem personalizada, já permitida de forma automatizada por plataformas com versão gratuita como é o caso do Mailchimp:

  • O nome do remetente deve ser uma pessoa e não uma empresa
  • O endereço de e-mail do remetente deve ser de uma pessoa e não um endereço geral
  • A saudação inicial deve incluir o nome do destinatário (por exemplo, “Bom dia, |Nome|”)

 

Dicas importantes

Nunca envie e-mails que são apenas uma única imagem. Muitos servidores bloqueiam-nas e a sua mensagem simplesmente não passa. Nas imagens que utilizar para ilustrar os textos, use sempre “Alt text” – o texto alternativo que surge quando a imagem não aparece. Tenha em atenção a frequência dos e-mails e não envie com uma regularidade tal que chateie e irrite quem até à partida já esteve ou poderá estar interessado. E, claro, certifique-se que o e-mail é visualizado corretamente em qualquer dispositivo/ecrã – cada vez mais são abertos no telemóvel.

 

A estrutura de um e-mail que os seus clientes e potenciais clientes querem ler

Garantida a correta segmentação, personalização e visualização, é hora de passar para a estrutura do e-mail. Para maximizar o seu sucesso, é fundamental considerar três partes:

1. Abertura – Esta é a parte do e-mail que o destinatário consegue ver logo na caixa de entrada e é composta pelo assunto e pelas primeiras 20 palavras. Se for escrita de forma apelativa (e até provocante), se for direta no valor que traz, se contiver informação relevante para ele e tocar nas suas “dores”, muito mais facilmente o email é aberto.

2. Benefício – Esta é a parte central do e-mail, que deve demonstrar muito bem por que o cliente ou potencial cliente deve ficar interessado na sua mensagem. Partilhe a proposta de valor e deixe claro o benefício. Em vez de vender, mostre como resolve problemas. Em vez de focar a mensagem na sua empresa, foque no destinatário. Seja mais consultivo que comercial.

3. Fecho – Aqui é a altura do “call-to-action”, o “apelo à ação”, onde deve ficar claro para o destinatário o que fazer a seguir (de preferência um botão para clicar, ou então um link direto no texto). Finalmente, despeça-se, assine o email em seu nome (mais uma vez, a personalização) e deixe os seus contactos. No footer deverá ter sempre a opção de “unsubscribe” e de atualização dos dados.

 

Como aperfeiçoar a sua estratégia de e-mail marketing

Como já vimos, escrever e-mails que os seus clientes e potenciais clientes querem ler requer cuidados e atenção a uma série de fatores. Partilhamos mais algumas dicas que vão aperfeiçoar a sua estratégia de e-mail marketing:

Seja criterioso. Só envie um e-mail quando resolve um problema do público-alvo, quando lhe permite poupar tempo e recursos, quando o valoriza com conteúdo educativo/útil, ou quando a mensagem é divertida ou motivadora para ele.

Use um tom pessoal. Quando está a preparar o e-mail, mantenha o seu público-alvo em mente e escreva para ele e não para uma entidade abstrata. Coloque-se na sua posição e transmita o que considera lhe seja um efetivo valor-acrescentado.

Use a técnica de storytelling. Conte uma história com o seu e-mail. Atraia a atenção e o interesse com uma introdução em que o público-alvo se reveja (por exemplo, as suas “dores”), desperte o desejo construindo a sua mensagem como resposta a essas “dores”, e leve-o a agir e a dar o próximo passo.

Seja conciso e direto. O tempo é precioso e o foco na leitura de um e-mail tem o seu limite. Não divague, não use palavras, jargões e siglas que possam suscitar dúvidas, e não se estenda demasiado em e-mails longos que ninguém tem paciência para ler. Opte por parágrafos curtos, destaque o mais importante com “bold”, bullets e/ou cor, e opte por um design clean e sem imagens pesadas.

 

Conclusão

Os e-mails são uma excelente aposta e continuam a ser um dos canais de comunicação mais rentáveis, mas não basta simplesmente enviá-los. Defina uma política anti-SPAM, aposte na construção de uma lista de contactos apenas com quem de facto pode ter interesse em receber as suas comunicações, segmente o mais possível (não envie todas as campanhas para toda a base de leads), seja relevante, acrescente valor e ajuste sempre a mensagem ao público-alvo. E, claro, teste e melhore a cada dia.

 

Se precisar de apoio nesta área, conte com o nosso serviço de e-mail marketing e comece a escrever e-mails que os seus clientes e potenciais clientes querem ler.

 

Entretanto, subscreva a nossa newsletter para ficar a par de todas as novidades e não perder nenhum artigo do blog da INOVFLOW!

 

Inovflow eBook Boas Praticas em TI para PMEs Assinatura

 

Comments are closed.