10 funcionalidades para uma solução de gestão industrial eficiente

Acreditamos que uma boa gestão industrial nos confere eficiência no planeamento, produção e controlo. As empresas que atuam no setor industrial sabem bem o quão difícil é articular todas as peças inerentes à sua gestão. Focar-se na produção, descurando a vertente administrativa e financeira, pode ser ruinoso. Privilegiar a logística, relegando a manutenção para segundo plano, pode ser o fim. Preterir o planeamento em prol da análise de resultados, pode pôr tudo em causa. Só uma abordagem consolidada e integrada de todas as áreas funcionais, interligando máquinas, pessoas e processos, garante controlo e rentabilidade. E é esse mesmo o objetivo de uma solução de gestão industrial.

De facto, com uma solução de gestão de industrial pode agilizar, acelerar e interligar todos os processos e intervenientes na cadeia de valor – desde a gestão de encomendas, passando pelo aprovisionamento de matérias-primas, subcontratação, planeamento da produção, controlo de qualidade, manutenção de equipamentos, orçamentação, gestão de stocks e expedição, até à gestão estratégica e financeira.

Resumimos as principais funcionalidades que não pode prescindir numa solução de gestão industrial para conseguir tudo isto:

1. Flexibilidade e rapidez na preparação das ordens de fabrico

Uma solução de gestão industrial simplifica a criação de fichas técnicas de produtos e respetivas listas de materiais necessários e operações para cada ordem de fabrico Bill of Materials (BOM). Um esquema em árvore representa as especificações técnicas de cada artigo: formato, cores, acabamentos, matérias-primas e respetivas quantidades.

 

2. Cálculo automático de necessidades

Evitar desperdícios, acabar com a rotura de stocks e reduzir os custos do armazenamento prolongado são desafios comuns a quem opera neste setor. Numa solução de gestão industrial, o cálculo automático das necessidades de produção e de compra em função das ordens de fabrico, da carteira de encomendas, da lista de componentes do artigo a produzir, dos planos de produção e da disponibilidade de stocks assegura uma gestão eficiente do aprovisionamento e a satisfação das encomendas dos seus clientes nos prazos previstos.

 

3. Gestão de reservas de stocks

Para garantir a satisfação das encomendas no período de tempo mais curto possível, uma solução de gestão industrial possibilita por exemplo reservar de imediato stock de matérias-primas para a satisfação de uma encomenda acabada de entrar, ficando o material cativado em armazém para a respetiva ordem de fabrico.

 

4. Orçamentação simples e rigorosa

Com uma solução de gestão industrial parametriza de forma simples o cálculo dos custos previstos das ordens de fabrico. Basta selecionar as fórmulas a aplicar com base no preço padrão, no preço de custo médio, último preço ou preço de compra. Com estes mecanismos, a definição de preços de venda ao público é mais assertiva, simplificando também a atribuição da margem comercial e o cálculo do valor de novos produtos. Um editor gráfico de orçamentação, com estrutura em árvore, ajuda a definir a composição dos produtos encomendados e respetiva orçamentação, destacando a rentabilidade de cada encomenda.

 

5. Organização do trabalho para rentabilização dos equipamentos e mão de obra

Numa solução de gestão industrial pode definir centros de trabalho homogéneos, ou seja, blocos produtivos que agregam os recursos materiais e humanos consoante as especificações. Esta organização simplifica o planeamento e o controlo de execução, permitindo facilmente distribuir a equipa por centros de trabalho, definir horas de trabalho por ordem de fabrico, identificar o custo/homem máquina, entre outras análises de rentabilidade essenciais para o planeamento estratégico.

 

6. Ferramenta gráfica de planificação da produção para a máxima capacidade operacional

Com uma solução de gestão industrial ganha eficiência no planeamento das ordens de produção em diferentes fábricas, secções ou unidades de negócio. A partir de um único local e num curto espaço de tempo gere diversos cenários com programação distinta, e rapidamente identifica disponibilidade de recursos, prazos de entrega, materiais necessários, existências de stocks, estado das encomendas, reflexos de nova ordem de fabrico, além de toda a informação detalhada sobre o planeamento fino da produção.

 

7. Subcontratação simples, sem perder o controlo logístico e financeiro

Através de uma solução de gestão industrial reforça o controlo das operações de subcontratação. Mesmo sendo produzido fora de portas, e com envios parciais e faseados de matérias-primas, sabe exatamente quais os passos que foram dados.

 

8. Localização rápida e radiografia global das ordens de fabrico

A rastreabilidade de uma solução de gestão industrial permite-lhe identificar em tempo real uma matéria-prima, um subproduto, um produto intermédio ou acabado ao longo do processo produtivo. Por outro lado, a partir de um painel de controlo dinâmico, simples e intuitivo, analisa o estado de cada uma das operações face às datas de entrega previstas e quantidades produzidas, verifica o estado das encomendas, das ordens de fabrico e das operações subcontratadas.

 

9. Definição de parâmetros e controlo da qualidade

Numa solução de gestão industrial define os parâmetros de qualidade que pretende associar a cada ordem de fabrico e sempre que algum artigo regista um desvio face ao padrão agilmente identifica a anomalia, os produtos afetados e o seu impacto. O tratamento das anomalias pode ser automático, despoletando a desativação do artigo, a suspensão da produção ou a entrada em stock com dados distintos.

 

10. Diário de trabalho completo em chão de fábrica

Com uma solução de gestão industrial conhece em tempo real tudo que se passa na produção, obtendo relatórios de fabrico diretamente na planta da produção através, por exemplo, de terminais touch screen. Acede também a mapas com registos de paragens, tempos de inatividade e respetivas causas e custos, consulta a produtividade efetiva de cada trabalhador por centro de trabalho, analisa a distribuição de encomendas e previsões de cumprimento dos prazos de entrega, além de várias estatísticas essenciais ao controlo de execução e avaliação da performance operacional.

 

Ganhar rapidez na satisfação das encomendas, garantir a qualidade dos produtos e obter a máxima rentabilidade são as premissas basilares de uma solução de gestão industrial como é o caso do PRIMAVERA Manufacturing, que a INOVFLOW tem implementado com sucesso em vários clientes como parceiro premium. Fale connosco, peça uma demonstração e veja a aplicação prática das 10 funcionalidades que nunca deve prescindir.

 

Entretanto, subscreva a nossa newsletter para ficar a par de todas as novidades e não perder nenhum artigo do blog da INOVFLOW!

 

Paulo Gonçalves

Project Manager

INOVFLOW

 

 

E-Book ERP PRIMAVERA

Comments are closed.