Cinco formas que podem comprometer uma empresa

Perceber a motivação de um hacker em realizar determinado ataque é cada vez mais complicado. Se não consegue determinar quem o está a atacar e o motivo, torna-se difícil ou até mesmo impossível proteger-se. A aposta na prevenção é fundamental para evitar acidentes no futuro, como tal, conhecer as formas pelas quais os hackers tentam entrar no seu ambiente pode ajudá-lo a defender-se melhor. Seguem abaixo 5 formas pelas quais as organizações podem ser inicialmente comprometidas:



Vulnerabilidades não corrigidas

Vulnerabilidades são pontos fracos nos softwares e sistemas que, se não foram corrigidos, podem ser explorados pelos hackers para comprometer a confidencialidade, integridade ou disponibilidade de sistemas e dados. Os hackers procuram vulnerabilidades que lhes permitam assumir o controlo total dos sistemas para que possam interferir mais na infraestrutura de TI de uma empresa.

Um programa de gestão de vulnerabilidades bem dirigido pode ser muito eficaz a impedir que os hackers descubram e explorem vulnerabilidades na sua infraestrutura. 



Erros de configuração de segurança

Tal como as vulnerabilidades, os sistemas que tenham sido configurados de forma incorreta podem permitir que os hackers os comprometam. Um programa de gestão de vulnerabilidades bem dirigido pode atenuar esta ameaça. Ao investir num programa de gestão de vulnerabilidades, obtém um “2 em 1”, uma vez que o ajudará a resolver as vulnerabilidades assim como os erros de configuração de segurança. Para evitar este tipo de situações é crucial ter um bom parceiro de IT.  



Passwords frágeis

Usar passwords frágeis que podem ser facilmente descobertas facilita as tarefas dos hackers. É igualmente arriscado usar a mesma password em vários sistemas. Quando uma password é descoberta, pode estar a comprometer o seu negócio. Não arrisque e escolha sempre passwords seguras.



Engenharia social

As formas de defesa das organizações face à engenharia social podem ser igualmente variadas. Usar serviços para filtrar o email, filtros para URL em servidores proxy e firewall, software antivírus em endpoints e serviços de email, podem ajudar a neutralizar ataques de engenharia social. Talvez a atenuação mais eficaz seja educar os profissionais da informação em engenharia social para que possam reconhecer os truques dos invasores quando os virem. A chave para a engenharia social é desenvolver recursos de deteção que ajudem a organização a detetar um comprometimento o mais rápido possível e, assim, reduzir o tempo de resposta.



Ameaça interna

As pessoas com acesso aos ativos de uma empresa também podem representar uma ameaça. Por exemplo, as pessoas podem cometer erros que tenham consequências na segurança, como involuntariamente configurar mal um sistema ou abrir um link malicioso num e-mail. Outro tipo de ameaça interna é a percentagem, bastante reduzida, de pessoas com acesso privilegiado aos recursos de uma empresa que decidem abusar do privilégio.



As empresas que cumprem com estas cinco formas dificultam bastante mais o sucesso dos hackers. Desta forma, a aposta na cibersegurança deve ser de uma forma preventiva, mas sem esquecer que acidentes acontecem e por isso, é fundamental haver um plano de contingência, para garantir a continuidade do negócio.


Como Sophos Platinum Partner a INOVFLOW conta com uma equipa especializada em produtos Sophos, líder global em cibersegurança, que lhe assegura as soluções de proteção necessárias para a segurança da sua empresa.

A Sophos investe continuamente em tecnologias de proteção inovadoras para garantir que a sua empresa está protegida contra as ameaças mais recentes. Consulte as soluções do nosso parceiro:

Anti-vírus | Proteção Completa | Encriptação | Anti-Phishing | Anti-Ransomware | Gestão Mobile

Fale connosco para que juntos possamos discutir as soluções mais adequadas ao seu negócio de forma a manter a sua empresa protegida.

Comments are closed.