A logística na vida real

A minha experiência em logística inicia-se em 2004, com um desafio que nasceu na revenda de um produto chamado na altura Log-In, hoje Eye Peak – sistema de gestão avançada de armazéns. Baseada nesta vasta experiência de 15 anos na área da logística, a relação privilegiada com a carteira de clientes e o conhecimento profundo do mercado, foram fatores determinantes para partilhar convosco a minha vida nesta área, onde é fundamental mais do que definirmos os conceitos, processos ou operações, partilharmos a realidade.  A minha, não vem dos livros, mas sim dos dias, horas e meses que partilhei em clientes, são os grandes mestres e com eles que levamos bagagem, para os seguintes. No terreno sente-se as dificuldades, percebe-se a realidade e pensamos em conjunto a melhor solução: “o ótimo é inimigo do bom”.

Esta abordagem, no meu entendimento é realmente a logística na vida real, tomarmos as dores dos clientes e em parceria construirmos as melhores soluções. Para isso, temos que ter uma solução que satisfaça o cliente e o deixe preparado para a atual realidade competitiva e agressiva.

No meu entendimento, as novas tendências e desafios de um setor tão competitivo como o da logística/supply chain exige que as empresas e os seus responsáveis tenham a capacidade de perceber que a definição de processos e a implementação de um sistema de gestão avançada de armazéns é o salto para a evolução do negócio. Importa referir que um software de gestão comercial gere e bem processos, uma solução de gestão de armazéns gere just in time a operação.

 A solução de gestão de armazéns surge como o aliado perfeito para as empresas que querem dar o passo seguinte na gestão logística e de armazéns, mantendo-se competitivas numa era plena de automatismos e evolução digital. Modernizar a gestão da logística e de armazéns é a chave para uma organização que pretenda estar plenamente integrada na evolução, marcada por conceitos como a globalização, mobilidade e excelência do serviço.



Pontos chaves a escolha de uma gestão de armazéns:

  • Processos bem estruturados em toda a operação do armazém numa única plataforma;
  • Eliminação do erro;
  • Informação precisa de stocks, pessoas e espaços;
  • Permitir ter dados sempre atuais aos responsáveis da empresa para uma melhor análise gestão;
  • Permitir com maior celeridade ajustar a estratégia da empresa às variáveis do mercado;
  • Permitir aos responsáveis de logística e armazém ter mais tempo e capacidade para o desempenho de funções mais estratégicas, sem nunca descurar as tarefas operacionais e o nível de serviço ao cliente;

É importante percebermos os conceitos que muitas vezes são confundidos e nos induzem para soluções que acabam por não dar resposta ao que se procuramos, profissionalismo, eficácia e eficiência.



Os seis termos que deve conhecer

Armazém inteligente
Trata-se de um armazém gerido com recurso a sistemas dotados de inteligência artificial, cujos processos são geridos centralmente integrando periféricos como computadores, terminais de leitura ótica, leitores de radiofrequência ou outros, possibilitando um acompanhamento global e em tempo real das atividades que decorrem no armazém.

Cross-docking

É um processo de distribuição no qual a mercadoria recebida não é armazenada. A carga segue diretamente para a área de picking ou é encaminhada para o serviço de transporte e distribuição. Este é um processo complexo que requer o suporte de tecnologia avançada, de forma a garantir uma coordenação exata e em tempo real da informação.

Fullfilment

Refere-se ao conjunto de ações necessárias para satisfazer os pedidos dos clientes com a máxima rapidez e eficiência, desde o planeamento estratégico da operação, receção de pedidos, armazenamento e controle de stocks, preparação das entregas, distribuição e acompanhamento em tempo real.

WMS
Sistema de gestão de armazéns (Warehouse Management System) dotado de automatismos que permitem planear, organizar, distribuir e controlar o trabalho operacional, centralizando toda a informação numa plataforma através da qual é possível acompanhar a evolução da atividade em tempo real, assim como obter dados analíticos de apoio à gestão.

Racks
Equipamento destinado ao armazenamento vertical de mercadoria que permite arrumar, de forma eficiente, as matérias-primas ou produtos acabados, recorrendo a veículos de movimentação de materiais como, por exemplo, empilhadoras e porta-paletes.

RFID

Identificação por Radiofrequência (Radio-Frequency Identification), trata-se de um método de identificação e localização automática de produtos através de sinais de rádio. A cada produto/artigo é associada uma etiqueta com um código e os sinais são recolhidos por um recetor ou antena que disponibiliza dados sobre a localização dos produtos e outras informações.



Na INOVFLOW podemos ajuda-lo a melhorar as suas soluções de logística. Através do PRIMAVERA Eye Peak, vai conseguir reduzir erros e custos, aumentar a produtividade e otimizar os recursos da sua empresa. Com o PRIMAVERA Eye Peak, soluções muito ágeis e práticas de Warehouse Management Solution (WMS) e Distribution Management Solution (DMS) simplificam a gestão de armazéns e garantem mais eficiência na distribuição de mercadorias. A excelência do produto aliada à experiência e know-how da INOVFLOW como PRIMAVERA Premium Partner potenciam resultados imediatos para a sua empresa.

 Agende agora uma demonstração e conheça todo o potencial do PRIMAVERA Eye Peak. Queremos caminhar lado-a-lado para fazer crescer o seu negócio – com base em factos e não em intuições.


Entretanto, subscreva a nossa newsletter para ficar a par de todas as novidades e não perder nenhum artigo do blog da INOVFLOW!


mariagoverno e1534518502761

Maria Governo

Strategic Business Developer

INOVFLOW

Comments are closed.